Weby shortcut
Site da FANUT
Topo PPGNUT 5
Logo facebook

Efeito da epigalocatequina-3-galato sobre as concentrações séricas de carboximetilisina decorrente de refeição rica em produtos finais de glicação avançada

Este é o título da defesa pública de dissertação de Alcides Corrêa de Morais Junior, que ocorrerá no dia 19/02/2018 às 14:00 no(a) Miniauditório Jatobá.

A crise mundial relacionada à saúde da população tem promovido a busca por suplementação alimentar que possa auxiliar na prevenção e no tratamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como por exemplo a Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). Entre as substâncias que tem despertado o interesse da comunidade científica, no que diz respeito a essa alternativa terapêutica, destaca-se uma catequina encontrada abundantemente no chá verde, a epigalocatequina-3-galato (EGCG). O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito da suplementação aguda da EGCG sobre as concentrações séricas de carboximetilisina (CML) após a ingestão de uma refeição rica em produtos finais de glicação avançada (AGE). O estudo foi do tipo clínico cross-over, duplo cego, randomizado, controlado por placebo, com 16 voluntárias saudáveis do sexo feminino e idade entre 18 e 25 anos. As participantes foram submetidas a dois tratamentos agudos em dois momentos distintos de maneira aleatória, com tempo de washout de uma semana. Os tratamentos consistiram em 800 mg de EGCG ou amido de milho (placebo), divididos em duas capsulas. A EGCG e placebo foram administrados em jejum, seguido da oferta de uma refeição rica em AGE. Os resultados apontaram redução no triacilglicerol (TG) sérico pós-prandial no grupo suplementado com EGCG (Placebo [PL]: 48,00 ± 6,94 vs. EGCG [EG]: 36,27 ± 5,38; p=0,011). Não foi observada uma elevação nos níveis séricos de CML pós-prandial. Não houve diferença entre os grupos no que diz respeito às concentrações de colesterol total; low density lipoprotein colesterol (LDL-c); high density lipoprotein colesterol (HDL-c); pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD); concentrações de insulina (INS); glicose (GLI) e nas concentrações de Proteina C Reativa ultra sensível (PCR-us). Assim sendo pudemos confirmar achados referentes à diminuição da absorção de lipídeo ingerido na dieta associado à suplementação com EGCG porém, essa associação não foi encontrada com relação à absorção de AGE proveniente da dieta.

Categorias : Defesa

Listar Todas Voltar