Weby shortcut
Site da FANUT
Topo PPGNUT 5
Logo facebook

Perda da função muscular é associada com ansiedade em pacientes com câncer do trato gastrointestinal

Este é o tema a ser apresentado no exame de qualificação de Jéssika Dayane Pereira Soares, que ocorrerá no dia 28/08/2018 às 13:30h no Miniauditório Jatobá.

Este estudo verificou a prevalência de pacientes com perda da função muscular (LMF) e se está associado aos escores de ansiedade e depressão em pacientes com câncer gastrointestinal (GI). Estudo transversal, com setenta e um pacientes com câncer GI gastrointestinal. LMF (perda de força muscular e / ou desempenho) foi avaliada pelo questionário SARC-F, e os participantes divididos em LMF (ponto de corte ≥ 4 SARC-F) e função muscular normal (NMF) (ponto de corte <4 SARC -F). Ansiedade e depressão foram analisadas pela Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS). Dos 71 pacientes, 25,4% (n = 18) foram classificados como LMF e 74,6% (n = 53) com o NMF. O peso corporal foi menor no LMF quando comparado ao grupo do NMF (LMF: 57,6 ± 11,3 vs. NMF: 64,8 ± 11,6 kg, p = 0,032). LMF mostrou maior ansiedade (LMF: 7,5 (0-21) vs. NMF: 2 (0-17), p = 0,030) e escores de depressão (LMF: 6,5 (0-13) vs. NMF: 2 (0-17) , p = 0,034) em comparação com o NMF. Foi encontrada uma correlação positiva entre o SARC-F e a ansiedade (r = 0,34, p = 0,004) e escore de depressão (r = 0,32, p = 0,006). Quando ajustado por sexo e peso corporal, o LMF permaneceu associado apenas ao escore de ansiedade (OR: 1,15 IC95% (1,01-1,31), p = 0,023), mas não à depressão. Além disso, o LMF foi capaz de prever ansiedade em 12% da população. Em nosso estudo, 25% dos pacientes com câncer gastrointestinal apresentaram LMF e associação com escore de ansiedade.

Categorias : Qualificação

Listar Todas Voltar