Weby shortcut
Site da FANUT
ppgnut-10-anos-topo-site
microbiota

Perfil da Microbiota Intestinal, Composição Corporal, Glicemia e Perfil Lipídico em Mulheres com Diferentes Diagnósticos Nutricionais

Este é o tema a ser apresentado no Exame de Qualificação de Mestrado de Anne Karoline Ferreira de Paiva, orientada pelo professor João Felipe Mota, que ocorrerá no dia 26/08/2019 às 14:00h no NUTTS – Núcleo de Telessaúde e Telemedicina de Goiás.

Microbiota intestinal é o nome que se dá ao conjunto de bactérias que vivem em todo o intestino. Sabe-se que é possível encontrar mais de 1000 espécies diferentes no cólon, o que nos mostra que é preciso compreender mais sobre essa microbiota, a fim de desvendar ainda mais relações entre ela e diferentes situações clínicas nos seres humanos. O que já nos é mostrado é que o desequilíbrio da microbiota intestinal pode estar relacionado com o desenvolvimento de algumas doenças, como é o caso da obesidade, diabetes, câncer, aterosclerose e doenças inflamatórias intestinais. Em pessoas obesas, os achados ainda são conflitantes, porém entende-se que há um aumento do filo Firmicutes em relação ao filo Bacteroidetes. No entanto, ainda são poucas as relações entre pessoas obesas e eutróficas, principalmente no sentido da retirada de possíveis vieses, como é o caso da ingestão alimentar e da prática de atividade física. Diante disso, o projeto em questão é um estudo observacional analítico transversal que pretende avaliar a composição da microbiota intestinal de mulheres com diferentes diagnósticos nutricionais. Será feita uma caracterização da microbiota intestinal a partir de amostras de fezes das participantes, além de identificação de associações desta microbiota com variáveis como composição corporal, perfil lipídico e glicemia. Com este trabalho espera-se encontrar diferenças na microbiota intestinal de mulheres que têm ingestão alimentar, prática de exercício físico semelhantes e diferentes diagnósticos nutricionais.