Site da FANUT
ppgnut-10-anos-topo-site

Histórico

O projeto de criação do Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Saúde da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Goiás (PPGNUT/UFG) foi encaminhado à CAPES e aprovado em 2008. O PPGNUT foi aprovado pela Capes com nota 3, sendo esta nota repetida no triênio seguinte de avaliação – 2010-2012. O PPGNUT, nível mestrado, iniciou sua primeira turma em 2009, com o propósito de atender à demanda de formação Stricto Sensu na área, sobretudo, em decorrência da grande expansão do ensino superior privado no Brasil, tendo sido criados, naquela ocasião, sete (7) novos cursos de graduação em Nutrição somente no Estado de Goiás.  

O PPGNUT/UFG tem por objetivo capacitar e formar profissionais de alto nível para atuarem na docência do ensino superior, na pesquisa científica e na produção de novos conhecimentos em Nutrição e Saúde. Sua proposta enfatiza a interface existente entre Nutrição e saúde, o que permite a realização de estudos e pesquisas direcionados a indivíduos, grupos sociais e familiares, e coletividades. O mestrado em Nutrição e Saúde, em sua abrangência multidisciplinar e interdisciplinar, busca formar pesquisadores e desenvolver o aperfeiçoamento científico-profissional em Nutrição e Saúde, com a formação de recursos humanos altamente capacitados para o desenvolvimento de pesquisas, o exercício do magistério em cursos de graduação e pós-graduação, e a promoção de atividades de divulgação e educação nos diversos aspectos desse domínio do conhecimento, contemplados nas linhas de pesquisa do Programa. A primeira defesa de dissertação ocorreu em 20 de dezembro de 2010, e até o ano de 2020 já ingressaram treze turmas de estudantes no PPGNUT, por meio de processos seletivos que tiveram demanda superior a 50 candidatos, oriundos de diferentes categorias profissionais da área da saúde. Ao longo destes dez anos, o Programa já titulou 167 mestres e atualmente conta com 25 mestrandos e 15 doutorandos matriculados. Em relação à trajetória do PPGNUT ao longo do tempo, pode ser destacado:

[abril de 2009 a abril de 2011] Coordenação: Estelamaris Tronco Monego e vice-coordenação: Maria Raquel Hidalgo Campos.

A primeira gestão do PPGNUT/UFG teve como metas a estruturação, administrativa e acadêmica do mestrado, com a elaboração e a aprovação do Regulamento e demais documentos, com a finalidade de garantir a execução da proposta então aprovada.

[abril de 2011 a abril de 2013] Coordenação: Érika Aparecida da Silveira (2011-2012) e Cristiane Cominetti (2012-2013), e vice-coordenação: Caroline Dário Capitani (2011-2012).

Esta segunda gestão objetivou a consolidação do PPGNUT/UFG, por meio de estímulo ao aumento da produção científica, à captação de fomento e ao estabelecimento de parcerias nos cenários nacional e internacional.

[abril de 2013 a abril de 2017] Coordenação: João Felipe Mota e vice-coordenação: Maria Raquel Hidalgo Campos.

Nessa gestão foram estabelecidos os seguintes objetivos: adequar o Regulamento e Resoluções Internas do Programa, ampliar o quadro de docentes, e aumentar a produção científica por meio da captação de fomento à pesquisa, estímulo à internacionalização e estabelecimento de parcerias em pesquisas de maior impacto científico e social, com vistas a alcançar o conceito 4 junto à CAPES e, assim, pleitear a criação do curso de doutorado em Nutrição e Saúde. Durante esta gestão, no ano de 2014, o PPGNUT/UFG organizou e sediou a Reunião Anual do Fórum de Coordenadores dos Programas de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição do país, no qual foram recebidos coordenadores de 26 programas de pós-graduação Stricto sensu da Área de Alimentação e Nutrição, criada pela Capes em 2012. Tal encontro contribuiu para o fortalecimento do PPGNUT/UFG, por meio do intercâmbio com os programas participantes, parcerias com pesquisadores, e consolidação e ampliação das linhas de pesquisa.

[maio de 2017 a maio de 2019] Coordenação: Maria Margareth Veloso Naves e vice-coordenação: Cristiane Cominetti.

Essa gestão assumiu a coordenação do PPGNUT/UFG no momento em que o curso recebia o conceito 4 na avaliação quadrienal da CAPES. Assim, a principal meta foi elaborar uma proposta de curso de doutorado, concisa e de qualidade, que atendesse às expectativas da CAPES e ao desafio de formação de doutores na área. O Aplicativo de Proposta de Curso Novo (APCN) foi enviado para avaliação e aprovação pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação da UFG em março de 2018. Em seguida à sua aprovação na UFG, foi encaminhado à CAPES. Ao final do ano de 2018, o PPGNUT recebeu o parecer favorável da CAPES quanto à criação do doutorado. Paralelo a isso, um novo Regulamento do PPGNUT, incluindo o curso de doutorado, foi elaborado e aprovado nas diferentes instâncias da UFG . Em 28 de dezembro de 2018, foi aprovado o Regulamento vigente do PPGNUT/UFG, por meio da Resolução do Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura (CEPEC) da UFG nº 1627. Ainda, o primeiro Edital de Seleção do PPGNUT com vagas para o doutorado foi publicado ao final do ano de 2018, para que a primeira turma tivesse início em 2019, exatamente no ano em que o Programa completava dez anos de existência. Além da criação do doutorado, a gestão se empenhou na atualização das normas específicas do Programa, bem como no estímulo à realização de parcerias entre docentes do PPGNUT e outros programas de pós-graduação, em níveis local, regional e nacional, de forma a aumentar a produção científica qualificada do grupo. Ainda, para melhorar a inserção social do PPGNUT e contribuir para a formação qualificada de seus estudantes, a gestão iniciou um trabalho de aproximação com coordenadores e demais acadêmicos de outras Instituições de ensino de graduação em Nutrição do Estado de Goiás.

[maio de 2019 a março de 2021] Coordenação: Cristiane Cominetti e vice-coordenação: Patrícia Amaral de Souza Tette

A atual coordenação do PPGNUT/UFG iniciou seus trabalhos com o grande desafio de se adequar à nova forma de avaliação dos programas de pós-graduação no país, a qual vem sendo implementada pela CAPES. Essa nova forma de avaliação multidimensional requer que os programas tenham processos de autoavaliação e de planejamento estratégico muito bem definidos. Os princípios da autoavaliação do PPGNUT são veracidade, honestidade, transparência, impessoalidade e imparcialidade. Outra meta da atual gestão é o início do processo de consolidação do curso de doutorado, o qual contribuirá para a redução das demandas locais, regionais e nacionais de formação qualificada na área. Esta consolidação também contribuirá para o fortalecimento de grupos de pesquisa já existentes e criação de novos núcleos de investigação, aumento da produção científica qualificada e internacionalização do Programa. Por fim, com a pandemia da Covid-19 no ano de 2020, desafios adicionais foram impostos à coordenação e ao corpo acadêmico do PPGNUT/UFG. Adequações no formato das aulas, no desenvolvimento dos projetos, na orientação de estudantes e nos tempos de qualificação e defesa têm sido necessárias. Todavia, a atual gestão acredita que com o empenho de todos, o PPGNUT/UFG superará todos os desafios e será ainda mais fortalecido.